Internação

internação 5

Internação

Chegou o verão e muitas pessoas não sabem que o calor excessivo pode matar seu animal de estimação. Nesta época do ano muitos cães vem a óbito devido a complicações causadas pele hipertermia por insolação (intermação).

A intermação nada mais é do que elevação de temperatura corpórea excessiva não controlada pelos mecanismos de dissipação de calor do corpo (o principal é através da respiração). Normalmente temperaturas acima de 42 0 C levam a disfunção múltiplas de órgãos.

As situações que mais frequentemente levam os cães a desenvolverem intermação são:

– Calor e umidade ambientais excessivos;

-Animal preso em carro fechado;

– Animal em quintais sem sombra e água;

– Raças de focinho curto (Braquicéfalas) como Bulldog, Pequinês, Lhasa Apso, Shih Tzu, Pug, Boxer, embora todas as raças possam sofrer com isso;

-Passeios em horários mais quentes do dia;

– Banhos com água e secador muito quente;

– Animais muito agitados e estressados;

– Animais que apresentam dificuldade respiratória por colapso de traqueia, prolongamento de palato, estenose de narina, paralisia de laringe, miosite de músculos mastigatórios entre outras doenças, já que todos os cães perdem calor pela respiração e, nesses casos, não respiram direito;

– Convulsões sem controle;

Se perceber que seu animal não está bem devido ao calor você deve molhar seu animal com água em temperatura ambiente e utilizar ventiladores ou ar condicionada diretamente no animal. Em seguida leve-o ao médico veterinário. Um erro frequente é colocar gelo diretamente no animal ou molha-lo com água gelada, isso causa vasoconstrição periférica e dificulta a perda de calor corpóreo.

A prevenção é o melhor amigo de seu cão. Sempre deixe água fresca e sombra a disposição de seu amigo e nunca passeie ou brinque com seu cão nas horas mais quentes do dia. Se perceber que mesmo assim seu animal não está bem corra ao médico veterinário pois, quanto antes o animal for tratado maior as chances dele ficar bem.

Leave a Reply

*